fbpx

Forbes: Empresas de Janguiê Diniz usam plataforma online para conduzir operação durante pandemia

Enquanto uma nuvem de incertezas paira sobre a retomada das aulas em todo o território nacional, o setor da educação se apoia cada vez mais na tecnologia para dar continuidade às suas operações. A Ser Educacional, por exemplo, que tem sob seu guarda-chuva universidades nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste do país que atendem mais de 152 mil alunos, e o Instituto Êxito de Empreendedorismo, ambos do bilionário Janguiê Diniz, aderiram às ferramentas da Edulabzz, um laboratório de inovação especializado em tecnologias voltadas à educação que desenvolveu o Toolzz, um conjunto de aplicações para a Educação 4.0 que funciona como um hub de soluções educacionais inovadoras.

“Graças a essa parceria, conseguimos disponibilizar nossa plataforma online com quase 300 cursos gratuitos, ministrados por grandes nomes do empreendedorismo nacional. Assim, estamos atingindo milhares de jovens em todo o Brasil e ajudando a mudar suas vidas”, afirma Diniz.

O pacote da engloba plataformas EAD ao estilo Netflix, aplicativos de podcasts educacionais semelhantes ao Spotify e até um app que funciona como o Uber da educação, conectando diretamente alunos aos professores. O sistema funciona no modelo white label, permitindo à escola personalizar a plataforma com toda sua identidade visual e criar seu próprio ambiente personalizado em até 24 horas, com um custo de assinatura mensal baixo, que varia de R$ 1 a R$ 5 por usuário ativo.

“Apenas com o Sistema de Ensino J. Piaget, de educação básica, estamos atingindo hoje 198 escolas e mais de 75 mil alunos”, afirma o fundador da edtech, Lucas Moraes, que, no total, já conta com centenas de milhares de alunos conectados diariamente e quer concorrer com gigantes do mercado de tecnologia como Google e Apple, que também já possuem pacotes de soluções para educação online.

Durante a pandemia, a Edulabzz adicionou novas funcionalidades à plataforma online, como salas de aula remotas, transmissões ao vivo, grupos de estudo, sistemas de turmas, mural, ferramentas de criação de provas e de correção de atividades.

Hoje, a Edulabzz oferece suas soluções diretamente para escolas, mas recentemente iniciou uma linha de negócio voltada para sistemas de ensino que ajudaram a escalar a plataforma durante a pandemia. E, nos próximos meses, prepara sua internacionalização para a América Latina e Estados Unidos. “Estamos investindo em pesquisa e desenvolvimento, sempre em linha com o que o mercado educacional apresenta de necessidades, para criar soluções inovadoras e que facilitem a vida de gestores, professores e alunos”, conclui Moraes.

Fonte: https://forbes.com.br/forbes-insider/2020/07/empresas-de-janguie-diniz-usam-plataforma-online-para-conduzir-operacao-durante-pandemia/

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin

Deixe um comentário